Site name

A influência da Igreja no Mundo

Estamos reunidos para mais um domingo missionário! Estamos presentes em várias partes do mundo. Somos semeadores da preciosa semente. Tempo especial para orar e contribuir financeiramente com a obra do Senhor. “Mais bem-aventurado é dar do que receber”. Os campos estão brancos! Hoje é dia de plantar, colher e celebrar! “Vós sois o sal da terra [...]. Vós sois a luz do mundo...” (Mt. 5.13,14). Neste sermão, Jesus nos ensina sobre a influência da igreja no mundo com estas figuras simples do nosso dia-a-dia. Vejamos:

1. SAL DA TERRA (Mt. 5.13)

A presença do sal no alimento é fundamental para preservar. A presença da igreja no mundo é mais importante e essencial do que a do sal. O sal dá sabor. A ausência do sal torna o alimento insípido enquanto o excesso o torna salobre. A presença da igreja no mundo dá sabor à vida e torna o ambiente mais agradável. O sal provoca sede. O homem em seu estado natural não tem sede de Deus. A presença da igreja no mundo sempre está indicando que a verdadeira vida está em Cristo. O sal, mesmo que não seja visto, é percebido. Jesus, porém, alertou para o perigo do sal perder o seu sabor e tornar-se insípido. Para sermos bênçãos no mundo, precisamos ter vida íntegra, reta, santa, consagrada e pura.

2. LUZ DO MUNDO (Mt. 5.14-16)

Esta figura fala da influência da igreja fora dos portões. A luz é vista, notada e percebida. Ela se impõe. É como uma cidade no topo de uma montanha. É impossível ser escondida. Jesus diz que a igreja não pode ser luz debaixo do alqueire. Não podemos esconder nossa influência debaixo de estruturas monumentais. Jesus diz também que não podemos esconder nossa luz debaixo do vaso, ou seja, daquilo que é apenas adorno. Jesus diz também que não podemos esconder nossa luz debaixo da cama, ou seja, daquilo que representa descanso e prazer. Nossa luz precisa brilhar diante dos homens para que vejam nossas boas obras e glorifiquem o Pai que está nos céus. A luz é símbolo de pureza, não combina com impureza. A luz é símbolo da verdade que é Cristo, suplantando toda mentira que procede das trevas e do inferno. A luz é símbolo de conhecimento. A igreja conhece a Deus e o torna conhecido. A luz é símbolo da vida. Não há vida sem luz. Onde a luz está tem a vida. A igreja recebe vida e transborda diante do mundo essa vida abundante. A igreja é portadora das boas novas de reconciliação. Ela constrói pontes, onde o pecado cavou abismos. Jesus mostrou neste sermão do monte que antes da igreja apresentar-se ao mundo como sal e luz, precisa ter vida nova. As bem-aventuranças falam do que a igreja é. Só depois Jesus fala do que a igreja faz. Vida vem antes de ação. Vida com Deus precede testemunho no mundo. Temos que ser humildes de espírito, puros de coração, mansos, misericordiosos, pacificadores, chorarmos pelos nossos pecados e termos fomes e sede de justiça. Desta forma, seremos sal da terra e luz do mundo para a glória de Deus, edificação dos irmãos e salvação dos perdidos. Não podemos refletir o que não temos. Primeiro precisamos ter vida com Deus para depois termos vida para Deus. Eu estou sendo sal da terra e luz do mundo? Tenho influenciado as pessoas de forma particular e também de forma pública? Tenho revelado o caráter de Cristo em palavras e ações? Deus diz quem estamos nEle para cumprirmos com entusiasmo nossa vocação no mundo. Sejamos Igreja viva, missionária, amorosa, generosa, obediente aos princípios de Deus e sempre pronta a desglorificar a nós mesmos para glorificar o Rei Jesus!

Pr. Ceny Tavares